Vamos plantar orquídeas em árvores?

orquidea-em-vaso-nao-na-arvore-veja-como-afixar-e-cuidar-800x445

Você já pensou em amarrar em uma árvore aquela orquídea que está lutando para sobreviver na sua casa?  Na natureza a maioria das orquídeas vivem grudadas em troncos de árvores, o vaso é apenas uma solução para trazermos elas para nosso convívio diário.   Dentro dos vasos suas raízes não tem espaço suficiente para crescerem e o ambiente de casa pode estar prejudicando seu desenvolvimento. Por isso muitas vezes temos orquídeas que nunca mais floriram ou que vivem com pragas e doenças. Nas árvores elas tem espaço, acesso aos nutrientes necessários e a cadeia alimentar se encarrega de minimizar a força das pragas.   É importante lembrar que elas não são parasitas, a árvore é na verdade apenas um suporte para ela. Suas raízes fixam-se nos troncos e então a orquídea retira do ar, da chuva e da matéria orgânica acumulada no entorno das raízes os nutrientes necessários.

Dentre as espécies de orquídeas existentes as mais indicadas para amarrar nas árvores são as oncidiums,  dendrobiuns, laelias, catleyas, miltônias e gomesas. Abaixo vou colocar algumas imagens para facilitar a identificação básica.

Após ter sua espécie em mãos você deve escolher uma árvore que:

-tenha troncos de casca rugosa;

-permita a entrada de luminosidade; principalmente do sol da manhã;

– perca as folhas no inverno e tenha farta folhagem no verão

–  nunca soltem cascas.

Assim, algumas das árvores indicadas são:

Cedro de casca rugosa

Jacarandá mimoso

Limoeiro

Suinã

Abacateiro

Flamboian

Dentre as árvores não indicadas posso citar o eucalipto, a goiabeira, o pau-ferro e o pinheiro. Mas lembre-se que isto não deve ser um impeditivo para que você coloque seu plano em ação: são espécies não recomendadas, mas não significa necessariamente que sua orquídea não se desenvolverá.

Para amarrar sua orquídea você irá precisar de um barbante ou até mesmo uma meia de seda (evite o plástico, materiais sintéticos ou muito duros como arame pois podem prejudicar o desenvolvimento) e fibra de coco. Aguarde o momento em que ela estiver já sem flor. Retire a muda do vaso, limpe e lave bem suas raízes com muito cuidado. Acomode a orquídea na árvore, cubra as raízes com fibra de coco e vá dando voltas no barbante ao redor da árvore. A cada volta envolva uma haste diferente. A muda deve ficar firme mas com delicadeza, evite apertá-la demais. Com o tempo as raízes estarão bem agarradas ao tronco e então você deve retirar o barbante.

Agora é só acompanhar o desenvolvimento da sua muda. Ela irá crescer e se multiplicar, sua árvore estará a cada ano mais florida. Fique atento aos sinais de pragas e doenças, mesmo na árvore é preciso e possível cuidar da sua orquídea.

Quem vive em apartamentos pode plantar suas orquídeas nas árvores do condomínio ou da calçada. É ainda mais prazeroso compartilhar a beleza de sua muda com a vizinhança. Você faz sua orquídea e comunidade mais felizes!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s